Como descrever a depressão para alguém que nunca a teve

Qualquer pessoa que viva com depressão ou ansiedade sabe que pode ser quase impossível explicar isso a alguém que nunca a experimentou. Aqui está como eu expliquei isso ao meu namorado.

Meu namorado é uma pessoa forte, resiliente e gentil. Temos muito em comum: nós dois amamos comida, comédia e nosso amor um pelo outro. Mas há uma coisa que nunca teremos em comum, e essa é a compreensão dele de como é ter depressão e ansiedade . Então, foi assim que tentei explicar para ele:

Imagine que você acorda um dia e é a única pessoa que resta no mundo. Não só isso, mas o sol não nasce. Há apenas escuro.

As primeiras semanas são sobre a sobrevivência. Você encontra os poucos recursos que pode e depois procura comida. Você come apenas para sobreviver. Mesmo quando você encontra itens de comida de luxo, você não os aprecia tanto quanto antes.

Nos próximos meses, noite e dia se fundem em um e você não tem noção de tempo. Depois de um tempo, suas roupas ficam rasgadas e esfarrapadas, mas você não se importa. Você fede, mas você não se importa. Por dentro, você já se sente entorpecido – morto, mas não completamente morto. A solidão é insuportável.

Sua mente é sua companheira, e ela não é sua melhor amiga. Pensamentos enchem sua cabeça de memórias passadas, pessoas, cheiros, pensamentos de medos, auto aversão e desesperança. Os meses se passam e você fica preso no mesmo ciclo na escuridão. Tudo o que veio antes disso não é mais, apesar de você se lembrar de como era antes disso, esperando que um dia se sinta vivo novamente.

Logo a escuridão começa a se tornar sua amiga. Você se sente confortável lá sem luz. Esses sentimentos são normais agora, e sobreviver não é mais importante. Você só existe. Sem esperança, sem companhia, sem nada. Insensível, sozinho, e confortável lá no escuro.

No entanto, um dia você acorda e vê uma luz à distância. A questão é: você rasteja para chegar lá? Ou você fica com seus pensamentos na escuridão confortável que conhece tão bem?

Meu parceiro se virou para mim e disse: “Isso parece realmente horrível. Louise, você sempre deve rastejar em direção à luz.”

Ass.

Louise C.

A Mente Amiga oferece ótimos psicólogos para que você possa fazer terapia de qualquer lugar no mundo! Para encontrá-los,  basta acessar menteamiga.org e realizar o seu cadastro! 

Agende sua sessão de Terapia Online

A Mente Amiga oferece psicólogas incríveis para que você possa fazer terapia de qualquer lugar no mundo! Para encontrá-los,  basta clicar no botão ao lado e realizar o seu cadastro! 

Rolar para cima