Não diminua a dor do próximo

Todos nós passamos por situações difíceis. Todos sentimos e reagimos de formas diferentes aos acontecimentos do dia a dia. Eu posso estar passando por uma crise familiar e financeira, e o outro, por um termino de relacionamento, problemas com autoestima, que seja. Todos nós temos nossas dores. Não diminua a dor do outro.

Você pode estar passando por uma coisa muito séria, causando dor e angústia. Uma outra pessoa pode estar passando por alguma dificuldade que a está abalando, mas não é mesma situação que a sua. Diminuir ou ignorar os sentimentos do próximo não irão fazer seus problemas sumirem. Vai afetar ao outro, que pode se sentir ainda pior por estar sentido algo pequeno comparado ao seu.

Mas, no final das contas, estamos sempre rodeados de angustias, e cada um é único, ninguém é igual. Em um pequeno período de tempo, tive a oportunidade de conhecer muitas pessoas que sofriam de algum transtorno ou doença. Pude perceber que não estava sozinha. Compartilhei com cada uma delas a minha história e a dor, todas me acolheram. Muitas delas tinham sofrido coisas muito maiores, mas em nenhum momento me rebaixaram ou ignoram o que eu sentia. Me senti acolhida. Não estava sozinha, pessoas que eu nunca tinha visto na vida me acolheram e me ajudaram. E naturalmente fiz o mesmo por elas, pois só queria ver elas evoluírem e se desfazerem de seus problemas. A cada lagrima, a cada crise de ansiedade ou de pânico, eu estava lá, amparando-as.

Seja um amigo, um familiar, um colega, nunca ignore a dor de quem está ao seu lado. Muitas vezes, a pessoa só precisa de uma palavra de conforto, um pequeno gesto de carinho, um ombro amigo. Tenha empatia, isso irá trazer mais luz para a vida dessas pessoas.

Ass.

Beatryz A.

Agende sua sessão de Terapia Online

A Mente Amiga oferece psicólogas incríveis para que você possa fazer terapia de qualquer lugar no mundo! Para encontrá-los,  basta clicar no botão ao lado e realizar o seu cadastro! 

Rolar para cima