Síndrome de Burnout: Sintomas, Tratamento e Prevenção

Traduzindo do inglês, “burn” quer dizer queima e “out” exterior.
Trabalho: “Conjunto de atividades produtivas ou criativas, que o homem exerce para atingir determinado fim”.
“Atividade profissional regular, remunerada ou assalariada”.
Ao procurar o significado de trabalho no Google, encontramos essas duas definições. A síndrome de Burnout ou estafa (esgotamento) profissional é um processo iniciado com excessivos e prolongados níveis de estresse no trabalho.
A principal causa da doença é justamente o excesso de trabalho. Essa síndrome é frequente em profissionais que atuam diariamente sob pressão e com responsabilidades sucessivas, como médicos, enfermeiros, professores, dentre outros.
Segundo o Ministério da Saúde (2001), os profissionais que estão mais sujeitos são, principalmente, aqueles da área de serviços ou cuidadores, como os trabalhadores da educação, da saúde, policiais, assistentes sociais e agentes penitenciários.

Sintomas de Burnout:

  • Exaustão emocional

Ocorre na medida em que acontece uma escassez de energia, de prazer e o indivíduo começa ter o sentimento de incapacidade de enfrentar o estresse diário.

  • Estresse Crônico

É a resposta à pressão emocional sofrida durante um período prolongado de tempo no qual um indivíduo percebe que tem pouco ou nenhum controle.

  • Esgotamento Físico

Pode ter origem física ou mental, e um pode ser a causa do outro: o cansaço físico pode levar ao cansaço emocional e vice-versa.

  • Nervosismo

Situações de muita aflição e preocupação, medo e nervosismo fazem o organismo aumentar a fabricação de certas substâncias, entre as quais, a adrenalina.

  • Sentimento de fracasso e insegurança

Sensação associada a não alcançar os objetivos esperados, se sentir incapaz, sentimento esse, que ameaça a referência da própria imagem.

  • Fadiga

Sensação de desgaste que vai além do cansaço, sensação de falta de energia.

  • Dores Musculares

Pode acontecer em muitas partes do corpo como perna, coxa, ombro, costas, pescoço, entre outros.

  • Distanciamento Afetivo

“Frieza emocional”, indiferença do individuo em relação ao ambiente de trabalho e as relações ali estabelecidas.

  • Baixa autoestima

A pessoa com baixa autoestima se considera alguém de baixo valor, de baixo potencial.

  • Irritabilidade

É o aumento exagerado a estímulos do ambiente e uma baixa tolerância a incômodos.

  • Distúrbios do sono

Os distúrbios do sono são perturbações que afetam a capacidade para adormecer.

  • Alterações de humor

Alterações repentinas de humor.

Os sintomas de Burnout podem ter características psicossomáticas, psicológicas e/ou comportamentais. De modo geral, criam consequências negativas em todas as esferas da vida do individuo (pessoal profissional e social).

Profissionais que cuidam da Síndrome de Burnout

Psiquiatra e Psicólogo são os profissionais de saúde indicados para identificar e encaminhar para a melhor forma de tratamento, de acordo com a individualidade de cada caso.

Tratamento

O tratamento consiste em Psicoterapia com a Psicóloga para trabalhar as mudanças nos hábitos e estilo de vida e em alguns casos a interferência medicamentosa junto com o Médico Psiquiatra.

Como prevenir Burnout?

Estratégias para lidar com o estresse cotidiano. Vou listar quatro formas de prevenção:

  1. Autocuidado

Ter momentos na sua rotina de contato com você mesmo, seja através de uma pausa para perceber na sua respiração, assistir um filme que goste ou até mesmo ter um momento de curtir sua música favorita.

  1. Atividades Físicas

Pode ser uma simples caminhada, importante é ter esse momento de liberar energia. Exercícios físicos possuem comprovações cientificas de melhora nos níveis de estresse.

  1. Ter pelo menos um dia na semana diferenciado

Ter pelo menos um dia que não te remeta a trabalho. Dias de folga existem para manutenção da nossa saúde mental. Tire seu dia de folga para passear, ter momentos de lazer com seus amigos e família.

  1. Psicoterapia

Ter um momento semanal para trabalhar suas questões pessoais, trabalhar seu autoconhecimento para a melhora da sua qualidade de vida.

IMPORTANTE:

Se você se identificou com algum dos sintomas, procure um profissional da saúde (Psicóloga, Médico) para que você seja orientado a melhor forma de cuidado através da sua individualidade.

Psicóloga Tainá Mazzitelli
CRP: 06/142828
Tainá atualmente atende pela Mente Amiga

 

Bibliografia:
http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-66572017000200007
https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0101-60832007000500004&script=sci_arttext&tlng=pt
https://saude.gov.br/saude-de-a-z/saude-mental/sindrome-de-burnout#:~:text=S%C3%ADndrome%20de%20Burnout%20ou%20S%C3%ADndrome,justamente%20o%20excesso%20de%20trabalho.

Agende sua sessão de Terapia Online

A Mente Amiga oferece psicólogas incríveis para que você possa fazer terapia de qualquer lugar no mundo! Para encontrá-los,  basta clicar no botão ao lado e realizar o seu cadastro! 

Rolar para cima